7:11 am - segunda-feira setembro 9, 2013

“Nossa decisão é pela manutenção da aliança com o PMDB”, diz Washington

O vice-governador do Maranhão, Washington Oliveira (PT), foi taxativo ontem (5) ao comentar as especulações sobre uma possível aproximação do PT com o PCdoB para as eleições de 2014. Ao comentar o assunto, o petista disse nunca haver sido procurado por qualquer comunista para tratar de alianças e reafirmou que trabalhará pela manutenção da aliança com o PMDB.

washington-roseana-EUA

“Há no partido quem defenda a aliança com o PCdoB e até candidatura própria. Nós respeitamos todas as teses e as debatemos democraticamente, mas nossa decisão é de seguir a orientação nacional pela manutenção da aliança com o PMDB”, disse.

Segundo o vice-governador, o esforço que está sendo feito para garantir a vitória no Processo de Eleição Direta (PED) tem justamente esse objetivo.

“Nossa determinação é trabalhar para vencer o Processo de Eleição Direta e, então, garantir a repetição da aliança. Nosso projeto é definido, para manter o Maranhão na linha nacional de crescimento. Mas há no partido, por exemplo, quem defende candidatura própria e sequer apresenta nomes de pré-candidatos”, afirmou.

O discurso do líder petista maranhese está afinado com o do presidente nacional da legenda, deputado estadual Rui Falcão (PT-SP), que, no fim da semana passada, já havia emitido nota oficial reforçando a aliança com os peemedebistas. E mais: advogando a tese de que a chapa Dilma Rousseff-Michel Temer deve ser repetida.

“Para desfazer informações desencontradas veiculadas nos últimos dias, o PT vem a público reafirmar sua parceria governamental e aliança eleitoral prioritária com o PMDB. Além disso, continua com a firme disposição de reeditar, em 2014, a chapa que nos levou à vitória em 2010, com a presidenta Dilma Rousseff e o vice-presidente Michel Temer”, diz a nota divulgada por Falcão.

 

Arquivado em: Maranhão, Vitrine

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário

*