4:08 am - quarta-feira agosto 7, 2013

Cadastro dos sorteados das casas do Cocais I em Timon poderá ser cancelado

O nome de Isaías aparece entre os sorteados da cota normal, mas ele deveria ficar na lsita dos deficientes

O nome de Isaías aparece entre os sorteados da cota normal, mas ele deveria ficar na lista dos deficientes

Na cota dos deficientes não consta o nome de Isaías

Na cota dos deficientes não consta o nome de Isaías

Uma série de erros, desencontros de informações e até mesmo sonegações de cadastro podem levar a suspensão dos trabalhados que a Secretaria de Habitação está realizando para atualizar o cadastro dos contemplados nas 500 unidades habitacionais do Residencial Cocais I, em Timon. Com isso prejudicar dezenas de pessoas que perderão ao cesso à casa própria, através do Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Dilma.

São erros grosseiros como, por exemplo, do deficiente físico Isaías Pereira Lima. Ele foi sorteado para uma das casas na cota normal, mas por possuir deficiência deveria ter sido inscrito na cota especial. A Secretaria está apurando para saber o que ocorreu. Se não for excluído do programa, a Prefeitura de Timon, que é a responsável pelo programa no município terá que adaptar a casa para Isaías morar.

Sorteado na cota geral e não em sua cota específica, no caso para os portadores de deficiência, Isaías acabou tirando a vaga de outra pessoa, pois os critérios do programa estabelecem normas diferentes de acesso para cada cota. Daí a necessidade de revisão de todo processo, ou quem sabe até novo sorteio, o que seria cúmulo para as pessoas sorteados e para os gestores do programa em nível municipal.

Outras pessoas têm se queixado de que se inscreverem normalmente, mas agora estão sendo impedidas de fazer o cadastro por não morarem em área de risco, mesmo tendo declarado que não moravam nessas áreas.

Existem casos de pessoas, assim como do deficiente Isaías, que foram sorteados no cadastro geral, mas pertencem às cotas especiais, portanto, tiraram a vaga de pessoas que concorreram na cota geral.

Todos esses casos estão sendo analisados pela Secretaria, que admite esses problemas, mas está procurando as soluções para resolvê-los.

Arquivado em: ribamar

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário

*